ARMÁRIO INTELIGENTE

Por Camila Ferrer

Muito se fala sobre armários inteligentes e frequentemente encontramos na internet dicas práticas de como ter um armário mais funcional, como combinar suas peças, quantas peças ter e em quais peças chave se deve investir. Mas, apesar de algumas dessas dicas serem realmente interessantes e aplicáveis, todo armário inteligente de verdade tem uma coisa em comum: ele serve bem à vida real e presente da sua dona. Cada uma de nós tem vidas, rotinas e contextos bem diferentes, por isso o conceito de “inteligência” dentro dos nossos armários varia de pessoa para pessoa. 

Um armário que serve à sua dona seria repleto de peças que vestem bem no corpo que se tem hoje, que atende às demandas da sua rotina de trabalho, lazer e outros afazeres e que reflete bem seu estilo e suas preferências estéticas. Quando alguma dessas coisas não está alinhada, temos aquele sentimento frustrante de “não ter o que vestir”, mesmo estando diante de um guarda-roupas repleto de coisas. 

Ter um armário que atende à sua vida e à pessoa que se é exige autoconhecimento e constante reflexão e autopercepção. Se você passa horas escolhendo uma roupa para trabalhar, possivelmente suas roupas não estão alinhadas ao momento profissional em que você se encontra. Se suas roupas te impedem de se movimentar, pegar seus filhos no colo e se abaixar para brincar, pode ser que elas não estejam alinhadas ao seu momento de vida. 

Muitas vezes, por trás de um guarda-roupa que não serve à vida que se leva se esconde uma frustração com a vida que se está levando. Uma pessoa que tem muitas roupas “de balada” mas mal sai à noite pode ser que apenas não tenha prestado muita atenção nisso, ou pode ser que esteja insatisfeita com a vida mais quieta que está levando. Sendo um caso ou outro, é preciso sempre parar e observar o que nossas roupas estão dizendo a nós e sobre nós.

Um armário verdadeiramente inteligente e funcional é aquele que atende às demandas da sua vida, as suas expectativas de conforto e ao seu gosto visual. Não acredito que haja um número ideal de itens nem uma lista de peças chave que vá satisfazer a todas as mulheres, pois cada uma de nós é única e temos exigências diferentes no vestir. Mas com certeza podemos apontar algumas características de um armário inteligente:

  • Todas as peças cabem no corpo atual da dona
  • Não há peças encalhadas, aquelas que “talvez um dia eu vá usar”
  • As peças combinam bem entre si e não é difícil montar looks com elas
  • Poucas ou nenhuma peça dependem de outra para funcionarem (tipo aquela cropped que só funciona com calça de cintura alta, que talvez você nem tenha)
  • Tem um mix bom de tipos de peça (vestidos, blusas, shorts..)
  • Tem uma proporção boa de peças básicas e peças mais ousadas
  • Representa bem o seu estilo

Tendo um armário com essas características, com certeza você vai gastar menos tempo se arrumando (ou só encarando o armário com se perguntando o que vai usar hoje). Seu dia-a-dia ficará muito mais prático sem a frustração de não ter o que usar ou de nada combinar. Até a tarefa de montar uma mala de viagem fica mais fácil!

Muitas pessoas buscam fazer uma limpa no armário no fim do ano, para começar o próximo ciclo com esse sentimento de renovação e clareza. Além disso, podemos tomar isso como oportunidade de fazer o bem e doar as roupas que saírem dos nossos armários para quem precisa. É super possível (porem não muito fácil) encarar essa tarefa sozinha, mas eu estou aqui à sua disposição para ajudar nela! Meu serviço de Detox do Armário é focado exatamente nisso e pode ser feito de forma online ou presencial. No meu instagram @camilaferrer também sempre estou compartilhando dicas sobre o assunto!

Camila é consultora de estilo em Amsterdam e on-line:  https://redequerobrasil.com/listings/consultoria-de-estilo-2/

Leia outros artigos relacionados:

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • chat
    Adicionar um comentário