O DESENVOLVIMENTO DO ADOLESCENTE

Por Alline Nogueira Melo 

A adolescência é o caminho que nos leva à vida adulta, podemos associar esse momento à ideia de transição, onde tudo que já foi desenvolvido, agora será aprimorado. E os adolescentes são aqueles seres que aparecem sempre preparados para discutir os assuntos mais complexos, ao mesmo tempo em que se mostram tão ingênuos. São idealistas e também se deixam confundir por suas próprias ideias. São sensíveis a críticas, sejam elas reais ou imaginárias, e estão prontos para contrariar qualquer opinião. 

O que acontece durante nossa adolescência? 

Desenvolvimento físico: hormônios e humor 

No convívio social, percebemos que os adolescentes geralmente mudam de humor com mais frequência do que crianças e adultos. Parte dessa oscilação de humor pode ser explicada pela puberdade, movimento que dá início à adolescência e conhecida como o crescimento físico repentino e também a intensidade da produção de hormônios.  

Os hormônios influenciam nosso humor e emoções, mas para o adolescente os hormônios também o impactam de modo indireto. Eles causam mudanças físicas que são vistas pelas pessoas ao redor, quando elas trazem os comentários mais diversos. Por exemplo, em relação às garotas enquanto ainda estão se acostumando com o crescimento dos seios e aos meninos que começam a lidar com a experiência de ter barba. Às vezes essas reações das pessoas ao redor são percebidas como desagradáveis para os adolescentes e vão influenciar seu humor e a maioria de suas reações emocionais, favoráveis ou não (Berger, 2001). 

O humor do adolescente também pode variar, às vezes em um único dia, devido às mudanças nas atividades e nos ambientes sociais. Geralmente, eles possuem mais atividades e grupos sociais do que as crianças e os adultos. Eles tendem a se sentir à vontade e de bom humor quando estão com amigos ou durante o intervalo das aulas, e de mau humor quando se veem em ambientes controlados por adultos, como em salas de aula ou em reuniões de família. Diante da variação tão intensa desses ambientes, podemos entender também essa variação em seu humor (Kail, 2004).  

O adolescente pode estar de mau humor simplesmente porque essa reação faz parte desse momento de transição da vida dele, não necessariamente porque ele não gosta de você. 

O adolescente questiona, analisa, contesta… 

A adolescência é considerada um período de transição entre os processos cognitivos da infância e da vida adulta. O adolescente mostra uma mudança intensa no estilo de pensar.  

Segundo Piaget, a adolescência traz o início do quarto e último estágio do desenvolvimento intelectual, o pensamento operatório formal, nesse momento o jovem desenvolverá o raciocínio hipotético para solucionar seus problemas, raciocínio que envolve o pensamento sobre proposições que podem ou não refletir a realidade. O adolescente passa a entender que a chave para resolver uma situação é colocá-la em termos abstratos, pensando além da realidade. 

Para o adolescente a solução para um problema não será apenas testar o que lhe é apresentado concretamente (se alguém me entrega duas peças para encaixar, eu simplesmente tento encaixá-las). Seria pensar sobre o que poderia ser feito nas mais diversas combinações possíveis e começar a testar essas hipóteses de forma sistemática (será que realmente essas peças foram feitas para serem encaixadas? Quais as possibilidades de encaixe? O que pode ser feito além disso?). Sem dúvida alguma, ao contrário das crianças, eles não aceitam as condições apresentados pelos adultos só porque eles devem fazer desse jeito e não há outro, eles possuem uma nova habilidade cognitiva que os possibilita pensar muito além do que lhe é apresentado. 

Diferente da criança, ele se mostra capaz de analisar e formar opiniões cada vez mais conscientes sobre os mais diversos temas mundiais. Questiona, reflete e enfrenta opiniões dos outros com a mesma intensidade que questiona a si mesmo, além de serem mais capazes de armazenar as informações necessárias para os processos cognitivos em andamento (Kail, 2004). 

Experimentar 

Essa nova capacidade cognitiva do adolescente torna possível a experimentação de estilos de vida e valores diferentes. Para um adolescente aprender uma nova língua, estar em um país diferente e conhecer culturas diferentes podem ser fatores positivos, pois ele já está vivendo internamente esse momento de pensar novas possibilidades. Nós Brasileiros na Holanda podemos aproveitar e investir em nossos adolescentes durante esse momento, aproveitando todas as oportunidades que o país nos oferece como o sistema escolar, opções de lazer, parques, museus e viagens. As opções diferentes de atividades enriquecem o repertório dos adolescentes e colaboram para que eles experienciem esse momento da forma mais rica e variada possível.  

Assim vamos compreendendo nossos adolescentes que um dia amam basquete, no outro detestam poesia, em seguida se apaixonam intensamente por história da arte, minutos antes de terem assassinado mentalmente o professor de literatura.  

Com todas essas intensas experiências ao mesmo tempo, logo mais a construção da identidade vai acontecer! 

Alline é graduada em Psicologia, especialista em Psicologia Clínica Hospitalar e há oito anos pratica a psicologia com crianças, adolescentes e adultos, através da abordagem psicodinâmica. http://redequerobrasil.com/listings/psicologa-alline-nogueira-melo

Leia outro artigo relacionado:

http://redequerobrasil.com/arquivos/2593

Comentários

  • Regiane Lima
    29/09/2019 at 14:22

    Muito interessante e ajuda entender a oscilação de humor do adolescente.

chat
Adicionar um comentário