COLESTEROL: MITOS E VERDADES (parte 1)

 Por Elaine de Oliveira

Vamos saber um pouco mais sobre esse assunto polêmico e controverso, o temido Sr. Colesterol!

Quem nunca ouviu alguém dizer: “meu avô comia gordura de porco, fumava cigarro de palha, bebia uma cachacinha todos os dias e viveu até os 90 anos”, mas…também: “meu irmão de 40 anos enfartou!” Sim, antes eram avós que enfartavam, agora são irmãos, primos, maridos jovens. O que se passa? Qual é a diferença? Várias amigos(as). É importante entender algumas coisas.

Quem nasceu ou frequentou sítio ou fazenda de família tem lembranças e quem não frequentou, deve ter ouvido histórias a respeito. Como viviam nossos avós ou bisavós nos sítios ou áreas rurais?

Como era a vida? As crianças andavam quilómetros para ir à escola, os adultos puxavam água do poço, aravam a terra, plantavam, todos nadavam em rio, os alimentos vinham da horta, das galinhas e porcos criados no quintal, o piso vermelho das casas eram lustrados com escovão (que pesava um bocado e equivalia a uma boa musculação), as roupas eram lavadas à mão, ou seja, gastava energia, fortalecia os ossos e músculos e os alimentos eram livres de aditivos que prejudicam o sistema imunológico e arterial. A gordura consumida era usada para gerar energia, não era acumulada nem nos “pnezinhos” e nem nas artérias!

Por tudo isso, amigos brasileiros na Holanda, não dá para comparar, mas vamos falar da nossa realidade, a maioria de nós vive na cidade e vamos ver aqui alguns mitos e verdades sobre o colesterol.

Muita gente dá pitaco sobre alguma receita milagrosa para combater o colesterol – algumas possuem fundamentos científicos, enquanto outras são apenas mitos que rodeiam o imaginário popular. Então escolhi alguns dos conceitos mais polêmicos e utilizados para confirmar – ou não! – a sua veracidade. Assim, você saberá no que investir e o que esquecer quando o assunto for “colesterol alto”.

A prática de atividade física ajuda a controlar o colesterol – VERDADE

A prática de exercícios físicos aeróbios promove aumento dos níveis de HDL-colesterol e redução do colesterol total. Além disso, as pessoas que praticam exercícios regularmente possuem mais disposição para seguir uma alimentação equilibrada.

Colesterol é sinônimo de problema – DEPENDE

Apesar da péssima fama que possui, o colesterol é um composto essencial para a vida, estando presente nos tecidos de todos os animais. O colesterol é precursor dos hormônios esteróides, dos ácidos biliares e da vitamina D. Além disso, como constituinte das membranas celulares, o colesterol atua na fluidez destas e na ativação de enzimas aí situadas. O problema é o excesso de colesterol – especificamente das chamadas lipoproteínas  LDL-colesterol e VLDL-colesterol – duas formas de transporte que o colesterol assume quando está na corrente sanguínea. Em excesso, elas lesam a parede das artérias, gerando um processo inflamatório crônico mais conhecido como aterosclerose. Daí, a fama de “colesterol ruim”.

Vinho tinto ajuda a reduzir o colesterol – VERDADE

O consumo moderado de vinho tinto, ou seja, um cálice para mulheres e dois cálices para homens, é um ótimo aliado para o controle do colesterol. Isto ocorre graças aos flavonoides presentes nas uvas roxas. Os flavonoides possuem efeito antioxidante, que diminui a circulação do LDL-colesterol, reduz os processos inflamatórios dos vasos, trombose e placas de ateroma (placas de gordura que se formam nas paredes das artérias).

Berinjela reduz o colesterol – DEPENDE

Na forma de suco, pó, cápsula ou chá, a berinjela é muito utilizada para o combate ao colesterol. Entretanto, a história não é bem assim. Vários estudos feitos em animais atestam o efeito da berinjela como redutor do colesterol: entretanto, este efeito é obtido graças ao elevado teor antioxidante (como os flavonoides) e fibras naturalmente presentes neste alimento. Em humanos o uso da berinjela como uma opção terapêutica alternativa não está fundamentado por evidências científicas suficientes.

Gente, o segredo para uma vida mais saudável é alimentar-se bem, fazer exercícios, aprender a lidar com as emoções e, claro, contar com boa genética ajuda! 

Esse artigo terá continuação! Aguardem!  

Elaine de Oliveira – Nutricionista, especialista em Medicina Chinesa (Acupuntura) e Coach (Integração, Vida e Profissional) – Membro da ICF (International Coaching Federation).

http://redequerobrasil.com/listing/coaching-de-vida-nutricao-e-acupuntura/

http://redequerobrasil.com/ovos-herois-ou-viloes/

Leia outros artigos relacionados.

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • chat
    Adicionar um comentário